Escola Nacional da Magistratura elabora plano de ação 2018-2019

Typography

A diretoria da Escola Nacional da Magistratura (ENM), da AMB, realizou reunião em Maceió (AL), durante as reuniões de conselhos e coordenadorias da Associação. A principal pauta foi a elaboração do plano de ação dos próximos 18 meses.

Os participantes traçaram objetivos estratégicos para pontos fracos e fortes elencados, entre os quais, pouca participação de magistrados nos cursos e existência de parcerias com as escolas estaduais, federais, trabalhistas e militar, respectivamente.

O diretor-presidente, Marcelo Piragibe, explicou que o objetivo do planejamento estratégico é direcionar mais eficazmente a própria Escola Nacional. “Foi um encontro muito produtivo. A ata anterior foi validada e estamos começando a trabalhar no planejamento estratégico para o final de 2018 e 2019. O grupo está focado em definir o planejamento para encaminhar para 2018-2019”, avaliou.

Para o vice-diretor presidente, Sérgio Ricardo de Souza, “a reunião foi muito boa. Tivemos a oportunidade de construir significativa parcela do plano de ação que pretendemos implantar nos próximos 18 meses.

A ocasião também foi oportuna para anunciar o momento de transição da Escola. No próximo dia 15 de junho, haverá mudança de direção da ENM, anteriormente programada. A inversão ocorrerá nas posições entre os atuais ocupantes na diretoria e na Secretaria-Geral: Sérgio Ricardo de Souza será o novo diretor-presidente e Marcelo Piragibe será o vice-diretor presidente.

Também participaram da reunião a diretora-adjunta da Justiça Trabalho, Claudia Marcia Carvalho Soares; os coordenadores Marcos Alaor Granjeia e Roberto Bacellar, além do juiz do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) Carlos Alberto Martins.